sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Dito e feito ! O Brasil perdeu o seu maior parceiro comercial, por pura pirraça ideológica.

Em 2006, durante o debate da  campanha pelo segundo mandato à Presidência da República, o então presidente Lula, foi questionado quanto a política de Comércio Exterior adotada para os Estados Unidos, na época, e durante muitos anos anteriores, o maior comprador de produtos MANUFATURADOS, do Brasil. Desde o seu primeiro mandato, foi visível a política de antagonismo com os EUA, principalmente devido a ideologização da política externa Brasileira, que optou  por aproximar-se  mais de Cuba, Venezuela, irã e Rússia e afastar-se dos americanos. Como foi previsto, a consequência de tratar o nosso maior parceiro comercial, foi uma brutal queda de 42% nas exportações para os Estados Unidos, que antes comprava em sua maior parte, produtos industrializados,  com alto valor agregado, permitindo a expansão e a melhor qualificação do setor industrial. Este espaço, foi rapidamente ocupado pela indústria chinesa, que continua a  prejudicar o Brasil, tanto fora quanto dentro de nossas fronteiras. Apesar dos números totais das exportações terem crescido, a participação dos produtos manufaturados caiu assustadoramente. Enquanto o governo brasileiro comemora a exportação de minério de ferro, soja, café, carne congelada, chapas de aço e celulose, o governo chinês comemora a exportação de eletroeletrônicos, processadores, máquinas pesadas, navios e plataformas.  É só o que podemos esperar de um país governado por sindicalistas neoburocratas.

Fonte: Revista Época Janeiro 2010

Wellington 04/02/2010.

Nenhum comentário:

Vídeos Recomendados

Loading...
Creative Commons License
Blog Wellblog-Observador de Wellington Leal é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Compartilhamento pela mesma licença 3.0 Brasil.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://reieterno.blogspot.com.