terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Brasil: Estamos vivenciando uma dissimulada batalha entre os poderosos interesses que desejam implantar o comunismo internacional, e os poucos (e heróicos) defensores da pátria e da liberdade individual.

BANDEIRA_DO_BRASILOs cidadãos brasileiros estão permitindo que sua pátria seja debilitada pelo comunismo internacional, que subverte os valores morais, a religião e a cultura nacional, simplesmente por desconhecerem como agem os promotores deste nefasto método de tomada do poder. Nos encontramos em um estágio avançado de subversão, onde as principais instituições do país, já foram totalmente dominadas pela ideologia marxista. Por muitos anos, temos sido bombardeados com idéias “socializantes” através da mídia clientelizada, pelas escolas e instituições de ensino e pelos formadores de opinião, de forma a promover a completa corrosão de nossos valores vigentes. Não se fala mais em pátria, em unidade nacional, em garantias e direitos individuais. Fala-se apenas em “conquistas sociais”, “direitos raciais”, “direitos humanos”, “direitos das mulheres”, em detrimento aos direitos do indivíduo e aos direitos do cidadão. É perceptível o propósito de fragmentar a sociedade, de jogar uns contra os outros,de desmoralizar as igrejas, de marginalizar e intimidar  as forças armadas. Assistimos passivamente líderes religiosos se revelando mais comprometidos com esta ideologia do que com Deus, entidades de defesa dos direitos humanos incensando assassinos e terroristas como grandes benfeitores da humanidade, a transformação de “movimentos sociais” em milícias fundamentalistas, a promoção da desordem jurídica e a banalização do crime pela justificativa social.

O cerco à liberdade está se fechando, em breve veremos o terrível desfecho, desde a muito prometido: uma implacável revanche contra os militares que impuseram a humilhante derrota ao agentes do comunismo internacional, após 1964, e que confiaram nas negociações que resultaram na Lei da Anistia, que buscou colocar uma pedra  nos  excessos cometidos pelos dois lados. Mais uma vez. fica provado que  não  se pode negociar com quem tradicionalmente não cumpre a palavra, não se pode esperar algum tipo de ética de quem utiliza a desonestidade como arma. A mentira, a manipulação, a propaganda e a negação de fatos históricos, sempre foram e continuam sendo,  os principais instrumentos  de tomada e manutenção do poder  desta ideologia.

A moral e a intelectualidade brasileira estão sendo totalmente dissolvidas e reduzidas a algo muito próximo a matéria fecal, devido a sua exposição permanente aos ácidos corrosivos do marxismo cultural.  Já em 1983, ainda nos tempos da URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas) e do muro de Berlim,  Yuri Bezmenov, também conhecido como Thomas Schuman, um dissidente russo e ex-agente da KGB, demonstrou detalhadamente o diabólico método utilizado pelo comunismo, para subverter e desmoralizar uma nação “inimiga”. Embora os vídeos sejam da década de 80, eles são extremamente contemporâneos, servem para explicar com perfeição, o que tem acontecido em nosso país nos últimos anos. Podemos facilmente identificar os motivos pelos quais nossa nação está se afundado na prostituição, no aborto, nas drogas, na criminalidade, na violência, ao mesmo tempo em que  busca apresentar-se como estado laico e politicamente correto. Somente poderemos combater estes verdadeiros agentes da destruição, através do desenvolvendo de uma moral superior e de uma consciência espiritual orientada por Deus.

Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o SENHOR, Salmos 33:12

 

 

 

 

  

 

 

 

Verdadeiros brasileiros amam e protegem sua pátria, e honram a memória daqueles que perderam sua vida defendendo a nossa liberdade.

Nenhum comentário:

Vídeos Recomendados

Loading...
Creative Commons License
Blog Wellblog-Observador de Wellington Leal é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Compartilhamento pela mesma licença 3.0 Brasil.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://reieterno.blogspot.com.