quarta-feira, 28 de julho de 2010

Dilma: A favor do Aborto como uma prestação de serviço público

É inadimissível que qualquer pessoa que professe ser Cristão, seja Católico ou Evangélico, concorde com a alegação de que o aborto é uma questão de saúde. Antes de tudo, é uma questão moral e humanitária. Quem defende, apoia ou se omite, dizendo-se cristão, não passa de um hipócrita mal intencionado.

Aborto é um crime contra a vida, e usar alguns casos isolados onde possa ser justificado seu emprego, e assim promover a liberação indiscriminada da desta prática para todos, é no mínimo uma grande desonestidade e um desrespeito á vida.

Os Planos de Lula, são os mesmos de Hugo Chaves: Imitar o “camarada” Fidel Castro

 

lulalula

segunda-feira, 26 de julho de 2010

O “canto de sereia” dos ditadores

Como sempre, o relativismo moral permite aos adeptos do socialismo-comunismos, falar uma coisa e fazer exatamente o contrário, sem nenhum problema de consciência moral, pois ela não  existe. O que existe, é uma grande obsessão pela conquista do poder de decidir de forma inquestionável, aquilo que  eles mesmos acham que é o melhor para os outros. Falam em paz, mas estão dispostos a agir a qualquer preço, dizem ser a favor do vida, mas incentivam o aborto, falam em Jesus Cristo, mas odeiam a Igreja, discursam contra os ricos, mas acumulam riquezas e querem jogar todos os demais na pobreza, falam em democracia, mas não toleram opiniões divergentes. O que realmente querem, é apenas se perpetuar no poder, pois se consideram iluminados e crêem que a sociedade é incapaz de decidir sozinha, o seu próprio caminho. Fora com eles!!!

 

o ditador comunista Hugo Chavez diz que a pátria de Dilma é a América do Sul, mas a pátria dos verdadeiros brasileiros sempre será o Brasil !!!

Veja abaixo, Dilma e os demais amiguinhos de Fidel, o grande “democrata “ cubano.

Bombas, sequestros, assassinatos, assaltos, treinamentos em terrorismo e sabotagem, etc. Será que uma ditaduras comunista (ou petista) saberia lidar humanitária e democráticamente com outras pessoas que usassem esses expedientes que eles próprios, para conquistar seus ideais políticos? É só ver o que a China fez com simples estudantes na praça da Paz Celestial: Simplesmente trucidou milhares, e proibiu tocar no assunto.

domingo, 18 de julho de 2010

Como jogar uma nação no buraco

A adoção de mecanismos legais de  “coletivização”, a diminuição dos direitos e garantias individuais, a relativização moral, o desprezo aos antepassados e aos valores tradicionais, são o suicídio de uma nação, pois a tornam uma presa fácil para os corruptos, dominadores e criadores de mitos.

seguidores_lula

"A Pátria não é ninguém, são todos. Não é uma seita, nem um monopólio, nem uma forma de governo. É o céu, o solo, o povo, as tradições, a consciência, o lar, o berço dos filhos e o túmulo dos antepassados, a comunhão da Lei e da Liberdade." 

Rui Barbosa

Uma semana antes de ser preso por falsas acusações de “terrorismo”, Pena Esclusa já denunciava a campanha de difamação, através dos meios de comunicação e das autoridades do governo venezuelano.

Uma semana antes da armação política de Chaves, para incriminá-lo como “terrorista”, Alejandro Pena Esclusa já denunciava a forte campanha difamatória promovida pelo governo venezuelano. A razão de tudo isto foi que Pena Esclusa deu visibilidade e denunciou os planos de poder do Foro de São Paulo, que objetiva alterar as Constituições dos países Latino Americanos, para implantar regimes socialistas totalitários.  Prestem bem atenção, pois estes mesmos métodos estão sendo usados no Brasil, em conjunto com os demais governantes sul-americanos,  partidários do  Socialismo dos Século 21, os quais não tem a menor intenção de deixar que o poder continue nas mãos de um regime .democrático.

Programa La Noche, TV Colombiana: Esposa de Alejandro Pena Esclusa e Alberto Micheletti denunciam a “armação” feita por Hugo Chaves e pelos irmãos Castro

sábado, 17 de julho de 2010

A verdadeira Dilma

Hugo Chaves, Fidel Castro, Ahmadinejad, Puttin e Kim Jong Li recomendam …

Não ria, a coisa é séria !

quarta-feira, 14 de julho de 2010

VERGONHA:Prisão de Penã Esclusa: mídia brasileira se omite

Já é notório o acobertamento e a omissão da imprensa brasileira quanto à prisão de Alejandro Penã Esclusa, com provas forjadas.No site Folha.com, o que se tem é uma matéria discreta da France Presse que evidencia a complacência e a cumplicidade de tais agências e veículos com o movimento revolucionário comunista latino-americano.
PenaDepois de muita procura nos portais dos jornalões brasileiros acabei encontrando na no meio de uma lista de matérias da Folha.com uma pequena nota da agência France Press contendo a notícia da arbitrária prisão do líder opositor venezuelano Alejando Peña Esclusa, que noticiei no início desta madrugada como vocês podem ver no post abaixo. Em compensação, como podem constatar no facsímile acima, o site do Estadão dá destaque com direito a foto ao golpista Manuel Zelaya que continua tentando articular agitação em Honduras, com a finalidade de retomar o poder na porrada.
Por sua vez, a matéria da France Press que está no portal da Folha.com é ordinária, mixuruca e se preocupa em dar a versão da polícia política de Hugo Chávez. É quase um press-release, se não for mesmo, dos bate-paus do chavismo que invadiram e reviraram o apartamento de Peña Esclusa onde teríam, segundo a sua esposa Indira Ramirez de Peña, colocado no aposento de sua filha menor algumas capsulas explosivas a fim de forjar um flagrante para imputar a Peña Esclusa ligação com o terrorismo. (Após este prólogo transcrevo a nota emitida pela esposa de Esclusa).
Peña Esclusa foi algemado! Está preso em algum calabouço da polícia política de Hugo Chávez. Mas para quem passa pelos sites noticiosos não encontra uma miserável informação sobre essa agressão truculenta de Chávez. Acresce em importância este episódio pelo fato de que Chávez é amigo íntimo de Lula e recentemente pediu votos para Dilma Rousseff quando bradou "socialismo ou morte".
No portal principal da Folha.com não há menção à prisão de Peña Esclusa, já que o texto da France Press se encontra perdido entre centenas de outras matérias tidas como menos importantes pelo editor. No Estadão não encontrei nenhuma matéria até agora, embora na área internacional, como disse, há destaque para Zelaya, aquele que tentou implantar o comunismo bolivariano em Honduras e por isso foi constitucionalmente deposto.
É que a prisão de Alejandro Peña Esclusa determinada por Hugo Chávez, apoiador declarado de Dilma Rousseff (veja aqui o vídeo dele apoiando Dilma) surge como um fato que incomoda a campanha que vem sendo tocada por Lula e seus sequazes. Como as redações dos grandes jornais e portais noticiosos estão completamente dominados pelo jornalismo de aluguel do PT, o nefasto episódio ocorrido na vizinha Venezuela é minimizado.
A oposição brasileira e a campanha de José Serra têm o inarredável dever de tornar público essa afronta à democracia que acaba de ocorrer na Venezuela. Tem de trazer ao debate eleitoral brasileiro esse fato que tem ligação direta com Lula e Dilma Rousseff, porquanto ambos e todo o PT estão articulados com Hugo Chávez por meio do Foro de São Paulo.
Repito o que tenho afirmado aqui no blog: esta eleição presidencial brasileira é o evento mais importante pós-redemocratização do Brasil. É o marco definitivo que poderá separar para sempre o Brasil da ameaça de ser transformado numa repúbliqueta comuno-bolivariana, como a que existe na Venezuela. A prisão truculenta do líder opositor venezuelano que preside a UnoAmerica - União das Organizações Democráticas da América, tem de ser trazida para a dicussão da campanha eleitoral brasileira.
Transcrevo a seguir a carta de Indira Ramirez de Peña, esposa de Alejandro Peña Esclusa, publicada no site da UnoAmerica que discorre sobre os detalhes que cercaram a invasão do apartamento e a prisão do líder opositor:
Una comisión de la SEBIN, conformada por no menos de trece funcionarios, se presentó en el apartamento donde nos encontrábamos mis tres menores hijas mi esposo Peña Esclusa, y yo.
El fiscal del ministerio público no permitió que yo llamara a un abogado, y tampoco aceptó la participación de otros testigos diferentes a los dos hombres que ellos trajeron a la puerta de mi casa. Yo no pude constatar si, efectivamente, estos dos ciudadanos fueron "llamados cuando transitaban por la calle" a subir a nuestro apartamento para participar como testigos.
Los policías insistían que permaneciera junto a los testigos para supervisar el registro de los dormitorios que realizaban tres funcionarios. Lo cual hice, mientras que el resto de la comisión pululaba impunemente por el resto de la residencia sin que yo pudiera hacer nada para observar a trece personas simultáneamente.
Cuando salimos de los dormitorios y comenzó el registro en el área delantera del apartamento observé que habían colocado un supuesto explosivo dentro de la gaveta del escritorio de mi niña de ocho anos, ubicado en el corredor frente a la cocina.
Solicité la presencia de nuestro abogado, quien se encontraba en la puerta del apartamento, y el fiscal del ministerio público no lo dejó entrar para observar el estado de mi esposo, las condiciones en que se encontraban mis tres niñas, mucho menos se le permitió constatar que el acta de allanamiento estuviera ajustada a derecho.
Por tanto, queda claro que este es un juicio político, que pretende infundir miedo, a los opositores en un momento en que el país reclama explicaciones y justicia al gobierno. Pero hombres como mi esposo no son pocos en Venezuela, tengo la suerte de estar casada con un patriota, que ama a Venezuela y además es excelente padre de familia, esposo, amigo, e hijo.
En este momento, están en mi mente personas como los comisarios de la policía metropolitana, la jueza Afiuni, Franklin Brito, y muchos otros presos políticos que en este momento de angustia se me escapan. Tengan la seguridad que todos ustedes están allí para algo que Dios ha querido, para purificar a Venezuela de tanta maldad y que estas ideas de amor, paz y libertad pronto florecerán con una gran victoria.
Indira Ramirez de Peña

Fonte: http://aluizioamorim.blogspot.com/2010/07/portais-dos-jornais-brasileiros.html
Título original: Portais dos jornais brasileiros escamoteiam notícia da prisão de opositor de Chávez
Fonte: http://www.midiasemmascara.org/mediawatch/outros/11235-prisao-de-pena-esclusa-midia-brasileira-se-omite.html

sábado, 10 de julho de 2010

Sobre os “Planos” e “Programas” do PT …

Com a omissão da imprensa dependente e mercenária, vão sendo implantados os mesmos métodos utilizados na Venezuela, Equador e Bolívia, ao arrepio das leis, das instituições, e da opinião pública Brasileira (querem substituir a opinião pública por pesquisas fajutas). O projeto do PT, que já está a 08 anos no poder, é colocar na presidência por 04 anos o seu avatar (boneco sem vida própria e  manipulável), que atende pelo nome  de Dilma, e voltar com Lula em 2014. Aí sim, vai estar “tudo dominado”.

Vídeos Recomendados

Loading...
Creative Commons License
Blog Wellblog-Observador de Wellington Leal é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Compartilhamento pela mesma licença 3.0 Brasil.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://reieterno.blogspot.com.